30 janeiro 2009

Existe a verdade?

Nietzsche disse "Não existem fatos, apenas interpretações".
Acho essa afirmação muito significativa. E concordo, plenamente. A não ser que se testemunhe o fato, a ocorrência, dependemos da descrição que as testemunhas fazem para tomar conhecimento da suposta 'verdade'.
Por isso, acho o jornalismo tão atraente. Deve-se duvidar de todas as notícias. Os dados sempre provêm de uma fonte que pode interpretar, alterar, analisar, emitir opinião, da forma que melhor lhe aprouver. Ainda mais se as informações vierem de assessorias de Imprensa ou de órgão ligados a um governo, instituição, empresa, etc...
É muito difícil dizer somente a Verdade pura, não somente para um jornalista. Ao escrever um texto descrevendo um fato, geralmente o 'deturpamos' com uma análise pessoal ou interpretação. Mesmo que não intencionalmente inserimos uma 'pontinha' de emoção, crítica, etc. que vai além do fato em si.
Esse raciocínio me faz ler os jornais ou assisti-los na televisão sempre com um espírito diferente. Tentando localizar onde pode estar havendo exageros ou deturpações da realidade em si. É uma tarefa árdua, diria mesmo que impossível. Há tantos interesses por trás de tudo que fico sempre com a 'pulga atrás da orelha'.
Queria até não ser assim, mas também não faço uma força muito grande para mudar....

25 janeiro 2009

Parceria Vulcão-Palmeiras

Acabo de ler no Uol:

"No caso de Edmílson, a CBF tem que receber da federação espanhola de futebol a liberação do Villarreal, ex-equipe do veterano de 32 anos. Já em relação a Armero, houve um problema com a federação mineira, pois a parceira Traffic pretende registrá-lo no clube laranja Poços de Caldas e, assim, emprestá-lo ao Palmeiras. "

O link para a matéria completa é: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2009/01/25/ult59u185168.jhtm

Para quem não sabe, Poços de Caldas Futebol Clube é o nome oficial do Vulcão, o mais novo time de futebol profissional de Poços. Esta semana, a imprensa noticiou que o técnico de vôlei e empresário Ricardo Navajas comprou uma cota do clube. Especula-se que ele tenha desembolsado 300 mil reais.

A diretoria está se movimentando. Esperemos que seja para trazer bons frutos para a cidade.

22 janeiro 2009

Natal de novo...

Natal é um cidade em crescimento. Pode-se observar um grande número de arranha-céus sendo construídos pela cidade, especialmente na parte mais alta da cidade. Segundo conversas que tive por lá, muitos empresários estrangeiros, especialmente europeus, estão investindo seus euros na capital potiguar. E me pareceu que essa expansão está sendo feita de forma ordenada. Na orla, os prédios tem um limite de altura razoável, não atrapalham a bela visão que se deve ter do oceano.

Em muitos aspectos, Natal ainda guarda um ar de cidade pequena. Vê-se muitas famílias nas varandas das casas, conversando, tomando 'uma fresca' e olhando as crianças brincarem nas ruas. As pessoas parecem felizes e recebem com a simpatia característica das cidades nordestinas. Há muita pobreza e violência sim, pelo que me foi dito, mas isso não é tão latente, como nas cidades turísticas do nosso Sudeste e em algumas cidades do próprio Nordeste.

O hotel que ficamos em Ponta Negra é uma delícia. Chama-se Manary Praia Hotel (www.manary.com.br), indicação dos amigos Haroldo e Priscilla. Pequeno, com apenas 24 apartamentos, traz nos detalhes sua grande atração. Seja no atendimento ou na decoração, tudo é feito para que os hóspedes se sintam em casa. Destaque especial para o restaurante, também aberto para o público, que tem um cardápio excelente, num ambiente extremamente acolhedor. Comemos muito e bem!

video

Uma das atrações do hotel é esse ciclista movido pelo vento. Ele pedala 24 horas, incansavelmente. Clique para assistir, é rapidinho.

Praticamente, ficamos apenas no hotel e na praia em frente, pois já conhecíamos os principais pontos turísticos e queríamos mesmo ficar mais quietos. O Marcelo adora nadar no mar e ele pôde 'tirar a barriga da miséria'. Saímos apenas algumas vezes para dar umas voltas e rever alguns pontos da cidade.


A vista do hotel.

Estivemos também, num final de tarde, em Pipa, praia que fica a 80 km de Natal. É um lugar transado, com lojas bacanas, bem decoradas e gente descolada andando pelas ruas. É o ponto "Búzios" do pedaço. Recomendados por Haroldo e Priscilla novamente, fomos jantar na Pousada Toca da Coruja.

Um espetáculo à parte. Em uma área de 25 mil metros quadrados, a pousada tem cerca de 30 bangalôs espalhados em meio a uma mata fantástica, preservada. Tudo de muito bom gosto. Principalmente a comida.... O restaurante é maravilhoso. Certamente, uma das melhores refeições que já tive na vida. Não só pelo peixe que saboreamos, mas pela gentileza do tratamento, o ambiente, etc... Uma sensação para se guardar.

Aliás, como toda a viagem. Descansamos, aproveitamos, conhecemos gente bacana. Não precisa de mais...

20 janeiro 2009

O Fim da Kuarup

O que vai acontecer com o comércio de músicas? Quase já não há mais lojas físicas que vendam discos. Eu não consigo ver limites, não vejo como controlar o hábito disseminado de baixar músicas pela Internet. Essa semana, essa moda fez mais uma vítima: a excelente gravadora e produtora de discos e músicas Kuarup fechou as portas. Recebi essa mensagem por e-mail:

"Depois de 31 anos dedicados à melhor música brasileira, a gravadora independente carioca Kuarup Discos decidiu encerrar suas atividades nesta virada de ano.

Ao longo dos últimos anos, as vendas de produtos físicos sofreram queda vertiginosa, nem de longe compensada pelas vendas por download da internet. Entendemos que a crise do CD é irreversível e tornou inviável nosso modelo de negócio, inteiramente calcado na produção e comercialização de música de qualidade.

Agradecemos aos nossos funcionários, representantes, amigos, clientes e fornecedores, e sobretudo aos nossos artistas, que continuarão a carregar a bandeira desta música brasileira que ajudamos a divulgar durante todos estes anos.

Kuarup Produções Ltda/ Kuarup Discos"
Eles muito enobreceram a produção musical brasileira. EM seu catálogo há (ou havia?) dezenas de discos muito importantes da música brasileira, muitos deles instrumentais. É uma pena. Lamento muito!

15 janeiro 2009

Charge

Excelente charge enviada pelo amigo Zé Elias.


A tradução da frase é a seguinte:

"A definição de estupidez é fazer a mesma coisa repetidas vezes e esperar resultados diferentes", proferida por Albert Einstein.
Bem a calhar...

12 janeiro 2009

Estamos em Natal (RN). Fomos agraciados com uma belíssima lua cheia. A visão estava tão bonita que é difícil dizer qual momento foi o melhor. Desde o surgimento, ainda no entardecer, até umas 10 da noite, foram tantas nuances, reflexos, cores, formatos... Fiz essa foto num dos momentos mais bonitos.

10 janeiro 2009

Coringa

O ator australiano morreu em 2008, com apenas 29 anos.

De tanto ouvir falar e ler sobre a interpretação de Heath Ledger para o personagem Coringa, no filme "Batman - O Cavaleiro das Trevas" decidi assistir o filme em DVD. Fui surpreendido. Deixou a caracterizaçao de Jack Nicholson no chinelo. Ledger faz um Coringa doentio, exageradamente mau, ótimo. Não duvido que a Academia o premie com um Oscar póstumo.

E o filme é bom também. Roteiro muito bem bolado, com soluções criativas para as situações pouco reais das aventuras do homem-morcego. Extremamente sombrio, até mesmo o Batman vivido por Christian Bale, convence. E a moto dele é fantástica...
Não sou grande fã de filmes com personagens de Histórias em Quadrinhos. O Batman ainda vi muito quando era pequeno, naquele seriado que passava na TV. Lá também tinha um Coringa e havia o Robin, que não dá as caras nesse último filme.
Mas, o grande momento do DVD apareceu nos créditos. Depois de muita violência, pancadaria e tiros, surge nos créditos o nome de uma das produtoras: EMMA THOMAS. Não é incrível? E é sério: http://www.imdb.com/name/nm0858799/

08 janeiro 2009

Árias

Flávio e Orival em ação.

Teatro lotado em plena terça-feira! E não era um show de música popular. Era uma apresentação do baixo-barítono Orival Bento Gonçalves e do pianista Flávio Augusto. O evento aconteceu na Urca, aqui em Poços de Caldas, como parte do bom Festival Música nas Montanhas. Ambos têm diversos prêmios no Brasil e no exterior e são nascidos aqui mesmo, na terra das águas sulfurosas.

Orival já possui uma carreira sólida nos Estados Unidos, onde reside há muitos anos. Sua figura esguia, alta, envolta em uma casaca impecável, impõe respeito desde a primeira música. Sua voz potente e afinada, dá vida a obras de Bach, Beethoven, Händel, Schubert, Strauss e Villa-Lobos, entre outros. Sua interpretação traz expressões faciais e corporais contidas, mas muito significativas, trazendo movimento a músicas que meus ignorantes ouvidos não estão acostumadas a ouvir.

Fui com o Marcelo e a dona Fanny. Nós três saímos da apresentação em estado de serenidade absoluta. É impressionante o que a boa música pode fazer às nossas mentes e espíritos.

Ocorrências

Mas, nossa chegada à Urca teve a companhia de um caminhão de lixo que estava recolhendo os dejetos dos cavalos das charretes que fazem ponto bem em frente ao teatro. O fedor era insuportável, de causar engulhos. Não dá para admitir que o público chegue para assistir a uma apresentação de música lírica e tenha que passar pelo inconveniente de sentir esse aroma fétido.

Na saída, o cheiro era forte também, só que desta feita de urina de cavalo. Não dá!!!

A Urca precisa de um pouco mais de cuidado também. Várias cadeiras estão soltas, com o estofamento danificado. São pequenos reparos que podem evitar que a situação degringole. Fui levar o Marcelo ao banheiro no intervalo e as maçanetas do local estavam todas lambrecadas de pasta de dente. E não havia papel higiênico e nada para enxugar as mãos. Comuniquei o ocorrido a uma funcionária do teatro que apenas abriu os braços e disse "Agora não dá para fazer nada". Quer dizer que não fica um funcionário de limpeza num evento desse porte?

Isso sem falar nos vários celulares tocando durante a apresentação e das pessoas conversando e rindo alto, relógios apitando, crianças chorando...

Poços deve e merece ter um Festival como esse e mais eventos de cultura, mas os artistas e o público merecem um pouco mais de consideração.

06 janeiro 2009

Nomes diferentes

A criatividade dos pais brasileiros é infinita mesmo. O site do Globo Esporte fez um levantamento entre os jovens inscritos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Tem cada nome inacreditável. Só Lennons têm quatro. Separei os que me chamaram mais a atenção, alguns deixei os nomes completos que soam mais bonitos ainda:

Westerlly, Smayk, Glaybson, Jhon Harilon, Deybson, Kalleo, Wildalécio, Thiarlison, Reygle, Muller Guery, Rhair, Willames, Elken Rosberg, Wemesson, Uingridi, Wan Benett, Diógelis, Kallebe, Lenon, Jorbison, Tawan, Stivy Lins, John Lenon Dias, Laniyan Fructuoso, Taynan, Keverson, Joao Lennon, Lennon Marques de Abreu Santiago, Mayllonn, Pytherson, Tyrone Power Gomes de Figueiredo, Ismaily, Camal, Wilkson, Jaquelan, Idaguiel, Jossone, Weliquem, Vandier, Weberton, Gierllan, Darcaieve, Rithely, Rhayner, Saimon, Thaihan, Marvyn, Dehilson, Junielson, Dejavan, Rayatti, Norbeson, Drawlid Drey, Magaiver Damião de Oliveira, Dhonatan, Jan Jackson, Sthanner, Klinsmann, Waslem, Falkner.

E tem mais. Quem quiser ver a matéria completa pode ir em:
http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL942985-9825,00-STHANNER+SMAYK+FALKNER+STIVY+MAGAIVER+E+DEJAVAN+DESFILAM+NA+COPA+DOS+LENNON.html

04 janeiro 2009

Amigos

Falar muito deixa a boca seca...

Sem dúvida, uma das melhores coisas das festas de final de ano é poder rever os amigos. Todos os anos, já há bastante tempo, marcamos uma 'saideira', eu, Paulo Durante, Fábio Sólia, Edson Delgado e o primo Tavo, que esse ano faltou... São momentos de relax puro. Sentamos, tomamos cerveja, contamos, ouvimos, rimos muito, lembramos os casos e botamos a conversa em dia. Apesar de sempre nos encontrarmos durante o ano, muito raramente dá para juntar todo mundo.

O que essas três riram...

No primeiro dia de 2009, a Adriana pôde encontrar uma colega de escola de Caldas que não via há 20 anos. Hoje morando em Itatiba, os contatos eram muito escassos e o reencontro foi de muitas risadas, em meio às recordações das aventuras e bagunças da época de escola.

Adriana com o tio Zé Aldo junto a Haroldo e Priscilla.

O casal Haroldo e Priscilla, com sua filhota Luiza, também estiveram conosco em Caldas para o primeiro almoço do ano. Foi muito bom também. Aliás, acho que deveríamos fazer esses encontros mais vezes com os amigos. São momentos descontraídos, de muita troca de idéias e experiências. Válidos mesmo...

Pena que não dá para juntar todos... Os amigos que moram fora (e longe) fazem falta. Mas, o importante é a gente se lembrar deles e guardar um lugar especial para cada um deles no coração.

03 janeiro 2009

Ponderações de final de ano

Com a chegada das festas, costumo fazer uma análise do ano que acaba e uma projeção do que se inicia. Na verdade, não muda muita coisa nesse balanço. Acabo por agradecer sempre tudo o que aconteceu comigo e minha família nesses 12 meses. O saldo é positivo, apesar de sempre haver momentos ruins, dificuldades, crises, problemas.

O noticiário dessa época é quase sempre idêntico: chuvas causam problemas, milhões de pessoas são esperadas para o Réveillon, analistas prevêem dificuldades para 2009, acidente grave na rodovia tal...

Por falar em chuva, ela me traz sempre pensamentos ambíguos. Por um lado, ela atrapalha. Cai insistente por boa parte do dia. Dificulta os passeios com o Marcelo, as compras de final de ano, causa deslizamentos, etc...

Mas, me traz um sentimento de limpeza muito grande. Quando choveu torrencialmente em Poços no dia 30 passado, fiquei a observar a força da chuva caindo do céu e a impetuosidade da enxurrada que descia da serra. Deu uma sensação de que ela estava lavando as coisas ruins do ano que se findava. Purificando o ar, limpando a terra, clareando minha alma.

É a história do ponto de vista. Pode-se encarar uma situação de várias formas. Tem gente que prefere sempre ver o lado ruim, que deveras existe. Só que temos que procurar ver as coisas pelo lado positivo. Assim espero enxergar 2009!